Mercado de Locação se aquece com a COPA do mundo no Brasil em 2014

Muitos proprietários estão entusiasmados com as boas perspectivas de ganhos no aluguel de temporada

Falta mais de um ano para o início da Copa do Mundo, as chances da nossa seleção estão definidas, mas tem muita gente que já quer fazer um gol e ganhar um bom dinheiro com a locação de imóveis na época do campeonato. Em várias cidades que sediarão os jogos de 2014, já começaram a despontar anúncios, especialmente pela internet, ofertando casas e apartamentos para quem quiser assistir asdisputas bem de perto. Muitos proprietários estão motivados e se preparam para deixar suas residências, ainda que temporariamente, em troca de dar um reforço no orçamento familiar. A oportunidade de uma renda extra com a locação de imóveis para turistas de outras partes do País e do mundo tem provocado um aquecimento no mercado e há quem acredite que os preços podem subir ainda mais até o início da Copa. Em cidades como Rio de Janeiro, Manaus, Fortaleza e Recife, por exemplo, os apelos ainda são maiores, por conta das belezas naturais que os cenários locais oferecem. Já em municípios como São Paulo, é a proximidade dos estádios e a infraestrutura que chamam mais a atenção. Seja qual for o motivo, a ideia é atrair um grande número de turistas, aproveitando a maré alta para fechar bons negócios. A maioria dos anúncios publicados na internet traz uma lista de detalhes que vai além da metragem e das condições do imóvel. Muitos proprietários valorizam a vizinhança, mencionando restaurantes, shoppings, teatros e meios de transporte como forma de ganhar a atenção dos futuros interessados.

Tania Regina Cruz é proprietária de um apartamento próximo ao estádio de Itaquera e viu na sua construção uma chance de levantar um bom capital.¨Eu moro no imóvel, e na época da Copa vou tirar meus pertences e passar um mês na praia. É a primeira vez que estou fazendo uma locação como essa, mas acho que, daqui até o início dos Jogos, a procura vai aumentar bastante.¨ Tania também comentou que muitos corretores de imóveis já têm entrado em contato com ela, interessados em oferecer seu apartamento aos clientes. ¨Já sabemos que vai haver uma linha de ônibus para o estádio que sairá da porta do condomínio . E acredito que vá valorizar ainda mais o aluguel.¨Por enquanto, a intenção da proprietária é fechar um pacote no valor de R$ 75 mil pelo mês da Copa.

Outro locador que vai oferecer um serviço diferenciado é Adailton Marques Jordão. A casa que ele pretende alugar durante o período dos jogos tem quatro dormitórios, está mobiliada, tem TV a cabo, e capacidade para abrigar cerca de 20 pessoas.¨Minha casa é nova e fica bem ao lado do campo. Além do aluguel, vamos oferecer café da manhã e um motorista, que poderá levar os turistas ao shopping ou a um passeio a um sítio que temos em São Roque¨. Por essas pequenas mordomias, Adailton pretende cobrar uma diária de US$ 500 por pessoa.

MERCADO – Mas se entre os proprietários o clima já é de grande expectativa, para os corretores de imóveis o momento é de moderação. ¨A chegada do estádio em Itaquera parou o mercado imobiliário da região¨, afirmou Silvio José Gonçalves, membro da primeira turma da Cefisp do CRECISP. Gonçalves acredita que ainda é muito cedo para que se consiga prever se a locação será bastante positiva na época da Copa. ¨Conheço um grupo de investidores que está construindo um prédio na região com o intuito de alugá-lo durante os jogos. Serão apartamentos co dois dormitórios e cerca de 50 m2, totalmente mobiliados. Até o início dos jogos, a intenção é finalizar a construção e disponibilizá-lo aos turistas para, só depois da Copa, negociar o empreendimento.¨

CUIDADOS – O presidente do CRECISP, José Augusto Viana Neto, alertou os proprietários que pretendam alugar seus imóveis durante a Copa para que façam tudo por escrito.¨As vezes, o entusiasmo pode trazer prejuízos mais tarde. Recomendamos que os locadores procurem um Corretor de Imóveis que os auxilie com a locação e que prepare um contrato para preservar seus direitos. É essencial definir o período da locação, a forma de pagamento e detalhar toda a infraestrutura disponível no imóvel, estabelecendo multas, caso as regras não sejam cumpridas.¨

Revista CRECISP

Sem Tags

  

Deixe um comentário